domingo, 19 de outubro de 2014

JOSÉ LEVA O MENINO JESUS PARA O EGITO




Estávamos comendo pipoca e assistindo um filme sobre o Egito, era um documentário e eu estava achando meio chato.

Mas papai, mamãe e vovó pareciam gostar muito, eu não estava prestando muita atenção, a única coisa boa era a pipoca.
Gosto de histórias e não documentários, deveriam contar tudo através de uma história, garanto que todos prestariam atenção.

Bem, estava quase cochilando, quando me lembrei que vovó havia falado que José havia levado Maria e o menino Jesus para o Egito, para fugir da perseguição de Herodes.
Então, assim que deu o comercial, aproveitei para perguntar:

­­_ Vovó, é este o Egito que José levou o menino Jesus e sua mãe ou tem outro?

_Não Didi, só existe um Egito, é um país e foi pra lá que o menino Jesus foi levado. Mas agora o filme já retornou, já está acabando, espera que explico.

Enquanto isso, eu escondidinha fui pegar a Branquinha, claro que junto com ela vieram a Pixuca e o Chinin, ela, bebezinha,  no meu colo, eles foram se acomodando nos pés da vovó, e o tal documentário acabou.

_Bem, Didi, vamos falar sobre José no Egito.

_Não foi para lá que o povo Israelita se refugiou para fugir de terrível seca a convite de outro José, filho de Jacó, que caira nas graças do faraó e se tornou governador do Egito?


JOSÉ FILHO DE JACÓ
IMAGEM CÁSSIA CRISTTINA
_Sim, Fernando, mas foi lá também que o povo de Israel foi escravizado por muito tempo e libertado por Moisés, e lá no Egito havia muitos israelitas que habitavam em bairros separados dos egípcios, eram  muito unidos e talvez por isso José seguiu para o Egito. Aliás, bem distante, uma caminhada de 400 quilômetros, não existe relatos sobre esta viagem, mas a providência Divina estava com eles e com certeza auxilio não lhes faltou.


_É vovó, o povo de Israel podia morrer de fome e foi para o Egito para se salvar e para salvar o menino Jesus,  seu pai José o levou para o Egito.

_Sim, filhinha, mas escutemos a vovó – esta era a mamãe que não gostava que se interrompesse as histórias.
  INDO PARA O EGITO
IMAGEM CAMINHANDO COM YESHUA

_Sabe-se muito pouco da vida de José pelo Egito, além de que moravam em casa muito pobre no bairro judaico, os judeus unidos como eram  devem tê-los ajudado, a cidade que ficaram ninguém tem certeza, mas sabe-se que passaram por muitas necessidades e que o Pai nunca os desamparou, até o dia que mais uma vez o bom José recebeu a notícia que Herodes havia morrido. Calcula-se que a permanência de Jesus no Egito durou um pouco mais de dois anos.

_Então eles voltaram, não é? – mamãe perguntava.

_Sim, mas não para Belém como queria Maria, mais uma vez José recebeu aviso que deveriam ir direto para a Galileia na cidade de Nazareth, nem passar pelo templo de Jerusalém como pretendia pode, pois estava no poder o filho de Herodes, Arquelau que era tão malvado quanto o pai. Assim, José sempre muito obediente e sempre protegendo a vida de Jesus, chegou a Nazareth onde pode morar com sua família de forma tranquila e finalmente Jesus, que até então havia tido uma infância atribulada e ameaçada, pode finalmente ter uma infância tranquila.


CHEGANDO EM NAZARETH
IMAGEM CAMINHANDO COM YESHUA

_Nossa vovó, José foi muito importante na vida de Jesus e poucos falam dele, não é?

_Sim, Didi, muito bem lembrado, José foi importantíssimo para a vida de Jesus e de Maria, era um homem temente a Deus de um coração enorme, espírito evoluído, que muitas vezes sofreu em silêncio as inquietações que seu filho Jesus, involuntariamente, lhe causava, devido ao fato de ser  Ele o Filho de Deus, temia por Ele, mas manteve-se firme como uma rocha até o final de seus dias. A Igreja Católica o canonizou e as outras religiões muito o respeitam.


_Bem, mas agora é hora de irmos dormir dona Didi, já colocando Branquinha e Pichuca para dormir no lugar certo e o senhor Chinin como sempre vai passear pelos telhados , mas todos no quintal já.

_Nossa, papai, eu sei disto, mamãe me 
ajuda?

_Vamos Didi, pare de enrolar.


Bem, lá me fui, por isto que papai é pai, não consigo enrolar. Mamãe me ajudou com os bichinhos e depois de beijar todo mundo lá fui eu pra minha caminha. Por que os adultos podem continuar acordados? Eu só queria entender.


Didi

Luconi
11-10-2014 

domingo, 12 de outubro de 2014

INICIO DO DIA DA CRIANÇA NO BRASIL

HOJE A DIDI VAI BRINCAR COM A ANNE







BEM TIA ANNE, VOU APROVEITAR O QUE VOVÓ NOS ENSINOU O ANO PASSADO





DIA DA CRIANÇA ORIGEM NO BRASIL

Hoje é dia das crianças, como caiu e um domingo vovó aproveitou para reunir a tarde meus amiguinhos e seus pais, deixaram para nos presentear na reunião, havia doces deliciosos, a maioria feito de chocolate, depois de todos comermos e abrirmos nossos presentes, vovó disse ao papai que achara uma poesia que mostrava claramente o porquê do dia das crianças para quem o tornou conhecido no Brasil.

Todos ficamos curiosos, a vovó não dava ponto sem nó, queria ensinar algo a todos e acho que ela conseguiu, eis a poesia que ela leu para nós, leu pausadamente para que nós pudéssemos entender.

INICIO DO DIA DA CRIANÇA NO BRASIL


Das crianças comemora-se o dia,
em cada país a data diferencia,
no Brasil dia doze de outubro é a data,
não foi por pensarem nas crianças,
pensaram sim no aumento das vendas.



Em 1924, Arthur Bernades o instituiu,
mas só em 1960 duas indústrias apoiaram,
a Brinquedos Estrela e a  Johnson & Johnson,
um evento inventaram,
a Semana do Bebê Robusto lançaram.




Espertos que eram,

em 1961 o evento realizaram,
num único dia em 12 de outubro,
a velha Lei reavivaram,
as vendas para sempre aqueceram.


O “Vinde a mim as criancinhas” jamais lembraram,
no verdadeiro sentido que deveriam,
caridade é boa propaganda,
para aumentar as vendas a usaram,
para abater impostos também.


Nos tempos de hoje as pessoas foram mudando,
algumas estão o ser humano valorizando,
pelos pobres, oprimidos e crianças lutando,
é gente de bom coração,
que de datas não precisam não.

Tem fome todo dia a criança,
tem sede e tem frio,
a mantem viva a esperança,
que um dia tudo vai mudar,
e o “Vinde a mim as criancinhas” será entendido finalmente.


Luconi


Vovó terminara, no entanto, ninguém abria a boca. O pai de Joãozinho finalmente disse:

_Infelizmente, a humanidade é assim, sempre procurando vantagem própria.

_Sim, é verdade, Marcos- respondeu papai- mas veja bem, graças a esta motivação errada, as pessoas que não sabiam as verdadeiras intenções, passaram a olhar para as crianças pobres, as abandonadas, algumas só se lembram delas neste dia, mas outros deixam o amor invadir seus corações na forma mais bela que há, na forma de fraternidade e passam a auxiliar estas crianças.

_Isto mesmo, Fernando, dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, mas Ele sempre aproveita o lado bom de cada ato e reverte este lado bom para quem o merece, mas isto não tira a culpa de quem cometeu o ato errado.

_Vovó sabe tudo, eu sempre falo.

Didi


Luconi
12-10-2014


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...